sábado, 7 de julho de 2012

Sobre as reviravoltas da vida...


Depois de uma semana tensa e cheia de surpresas, já consigo tocar no assunto sem sofrer tanto. Após 15 anos trabalhando na mesma empresa, dia 26/06 fui comunicada sobre meu desligamento. O motivo alegado foi diminuição no quadro de funcionários e eu teria sido “a escolhida”. Mas a verdade é outra. Foi simplesmente a vingança de um diretor covarde que nem na hora de me dispensar teve a hombridade de admitir que  estava sendo mandada embora por me negar a fazer um trabalho que não tinha nada a ver com minha formação e que não me acrescentaria em nada, pelo contrário...
Fui comunicada assim de supetão, sem chance nem para me despedir das pessoas. Pode até ser muito comum as coisas acontecerem desta forma por aí, mas não onde eu trabalhava... Nestes 15 anos, poucas pessoas foram mandadas embora e as que foram, cumpriram aviso, tiveram tempo de se preparem e de se despedirem com calma. Comigo foi assim: “hoje é o seu último dia!”.  Um choque! Bocuda como sempre foi minha fama, na hora fiquei sem reação, sem chão... Arrumei em uma caixa todos os meus pertences, que não eram poucos e fui embora arrasada. Chorei durante quase meia hora conversando com o Jú no estacionamento da empresa e sai!

Sei que Deus tem seus caminhos e tudo acontece na hora certa. Só não gostaria que estivesse acontecido desta forma. Acho que eu merecia um pouco mais de respeito... 
Hoje estou melhor. Graças a Deus tenho memória muito curta e logo nem me lembrarei mais deste triste episódio.

Sobre o que fazer? Ainda não sei. Ainda não consegui pensar. A única coisa que quero é curtir meu pequeno, descansar um pouquinho e depois decidir que rumo vou tomar na vida.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

News


Sumi, né?
Mas estamos todos muito bem.
A cirurgia do pequeno foi um sucesso.  Mais tranquilo do que imaginei. Quando estava sob efeito do analgésico e a pomada anestésica, nem parecia que tinha operado. Brincava, corria, pulava e só quando o efeito começava a passar é que o bichinho chorava e gritava de dor. Mas nada que muito dengo e carinho da mamãe não amenizasse o sofrimento do meu pequeno.
Passei uma semana em casa, cuidando e curtindo ele. Nos divertimos muito e também quase fiquei maluca com tanta energia. Eu implorava pra ele parar de tocar só um pouquinho de bateria, tentava desviar o foco, mas de nada adiantava. A paixão dele é a música. Vou comprar um violãozinho pra ver se ele esquece um pouco da bateria. Meus ouvidos irão agradecer. Fiquei traumatizada, vcs não tem noção rsrs.

Meu pequeno está uma figura gente, falando cada coisa que me deixa desconcertada. Ele adora brincar de faz de conta: Mamãe , vou comprar frutas pra você, tá bom? (ele fala assim no plural bonitinho...rs) Ele pega a bicicleta, dá umas pedaladas e volta com as supostas frutas. Eu agradeço e ele fala assim: Beleza mamãe! E ainda faz sinal de jóia. Fiquei pensando quem é que fala assim pra ele ter aprendido. Em casa ninguém tem o hábito de falar gíria... Mas num belo dia eu respondi brincando: “Beleza mano”. Assim que falei, percebi a besteira que fiz e logo corrigi: “mano não, mano é feio”. Passado alguns dias, ele fazendo a mesma brincadeira eu só respondi: “Beleza”  Ele vira e me fala: Mamãe falou mano e não pode né? Que é feio!!! ” Me digam que memória é essa?

Agora quando eu chamo a atenção dele por alguma coisa ele fala que não é mais meu amiguinho e que não vai mais brincar comigo e que está muito triste. Olha só o poder de inverter a situação que a criança já tem...

Dia desses fiquei brava com o Jú e respondi um pouco atravessada e sabe o que ele me disse? Não fala assim com meu papai, mamãe. Ele fica triste com vc... Pede desculpa pra ele, se não você vai para o cantinho do pensamento!  Kkkkkkkkk Depois dessa tive que pedi desculpas e ainda dá beijinho, né?
Sabem quando dizem que exemplo é tudo? É a pura realidade!!!

Mas o momento mais lindo dos nossos dias juntinhos, foi quando ele me abraçou e disse: Você é minha princesa mamãe!
É ou não é pra chorar de tanta emoção??? rs

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Pensem...


...numa maezinha que costuma ser muito corajosa, mas que está com o coraçãozinho apertadinho, só de imaginar seu filhinho indo fazer uma cirurgia, que dizem ser simples, mas que mesmo assim não afasta a ansiedade e preocupação da cabecinha dela? Pois é, essa sou eu...
Meu pequeno fará a tão “normal” cirurgia da fimose na sexta feira, logo bem cedinho. Ontem quando me enviaram um e-mail do hospital confirmando horários e procedimentos, fiquei apreensiva. Dizem que o mais complicado é o pós-operatório. Que dó do meu pequeno :(
É necessário e sei que vai doer, nele e em nós (dá para imaginar o estado do papai?), mas vai passar, eu sei... mas orem e torçam aí pra que que ele se recupere bem e todo esse sofrimento passe bem rapidinho?

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Coisas de pai e filho

- Filho, fica com a mamãe que o papai vai fazer a barba.
- Não papai, eu vou fazer a barba também.

O Jú tira a camisa e em seguida ele fala:
- Quero tirar a camisa também papai.

Sem camisa e prontinho para fazer a barba:



Ah,  o aparelho está com capinha, tá? E é claro que já tratei de esconder todos os aparelhos pra ele não inventar de fazer a barba sozinho :)

Me diz se não está um homenzinho meu pequeno?

segunda-feira, 28 de maio de 2012

E o Pietro chegou!

Na maternidade em que o Pietro nasceu, os pais tinham a opção de reservar uma sala especial para que os parentes assistissem o parto.
Para quem opta pela cesárea e faz questão de todas as pessoas amigas por perto é a melhor coisa! Nunca mais vou me esquecer da emoção que foi assistir o parto dele! Estávamos todos ansiosos e já preocupados, porque o médico liberou a visualização da janela, só para ela dar um tchauzinho pra gente e depois demorou muito pra janela ficar transparente de novo, só depois soubemos que tiveram que aplicar 3 vezes a anestesia, pois não pegava...  Mas quando a janela ficou transparente e visualizamos o pequeno Pietro saindo da barriga da mamãe e o pai chorando igual criança, foi a cena mais linda! 


Depois do papai e da mamãe, a titia foi a 1ª pessoa da família a segurar o pequeno, quanta honra!!! 




É uma fofura, não é?

Parabéns para meus cunhadinhos e que esta nova fase seja de muita curtição, aprendizado, sabedoria e alegrias na vida de vocês!

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Ter um filho

Ter um filho 
É cantar
um hino à Natureza
...Hino de amor,
De alegria…E de beleza …


É sentir em nos a vida a iluminar-se!
É ter asas e voar…
É pousar
De mansinho a boca em pétalas
De rosas orvalhadas…
É rir às gargalhadas!...


É ouvir, baixinho,
A voz dos sinos!
É acalentar um amor,
poema de carinho!...


É ser grande é ser maior
que as mais!
Sentir a dor e transformar
em ais de prazer
o estremecer
de um corpo na 
ansia de viver!


Ter um filho !
Aspiraçäo suprema
de quem ama com leal amor!


É ver num ser
que de nós brotou,
o mais real exprimir
de um sentir!...
que Deus abençoou!

Poema daqui 



Um poema lindo pra vcs e em especial para a minha amiga Rê do Re contando que me deu a notícia linda de que está esperando um baby e para minha cunhada Vanessa que amanhã estará com o Pietro em seus braços. 

É emoção demais minha gente!!! 

Beijão e um ótimo final de semana.



quarta-feira, 23 de maio de 2012

Quer um irmãozinho mamãe!


Ontem meu pequeno deitou no meu colo como de costume para dormir. Quietinho, quase pegando no sono, ele  vira e me fala:
- Quer neném mamãe.
Na hora entendi “cadê o neném” pq as vezes brinco com ele dizendo que na barriga da mamãe tem um neném só pra ver a reação dele que nunca é das melhores. E então perguntei:
 - Que neném filho???
E ele repetiu:
- Quer neném mamãe.
E então imaginei que ele estivesse falando do Pietro que está para nascer ou da Manu que está na barriga da tia Fê, mas ele escutou o coraçãozinho dela numa visita que a fizemos no hospital e ficou encantado e como o assunto do momento tem sido bebês, novamente perguntei:
- Que neném filho?
E ele bravo, já irritado pq não estava entendendo, falou em alto e bom som:
- EU QUER NENÉM MAMÃE!!!!! 
Não acreditei e perguntei:
- Você quer um irmãozinho?
E ele balançou a cabeça que sim e então perguntei se ele queria um irmãozinho ou uma irmãzinha e ele com todas as letras:
- Eu “quer” um irmãozinhooooooo!
Nem preciso dizer que morri de rir com o jeitinho dele.
Não bastasse a pressão dos amigos, agora o próprio filho me cobra um irmãozinho? 

sexta-feira, 18 de maio de 2012

O primeiro ponto e sobre ser uma mãe boazinha...


A tarde seguia tranquila como todas as outras quando me ligam da escolinha do Davi...
Não sei pq, mas todas as vezes que ligam de lá, meu coração fica apreensivo. Já recebi ligações para tirar dúvidas bobas, mas até escutar, “mamãe, está tudo bem, só estou ligando pra saber se o pedido que fez do agasalho é de elanca ou moletom”, já imaginei  as piores situações envolvendo meu filhote. E ontem não foi diferente, quando recebi o recado que haviam ligado da escolinha, meu coração acelerou. Imediatamente liguei e quando ouvi “mamãe, está tudo bem, MAS nosso pequeno caiu e machucou a cabeça, mas não se preocupe que está tudo bem, só  que precisaremos leva-lo ao pronto socorro, pq provavelmente precisará levar pontinhos na cabeça, você quer que o levemos para o hospital e nos encontremos lá?”. Comecei a tremer  já imaginando meu filho todo ensanguentado e desfalecido... Exagero, né? Poderia ser, mas quando se está longe, sem saber a real dimensão do problema, a gente só consegue pensar o pior. Tentei manter o controle e quis saber o que aconteceu. Ela explicou que ele estava andando de triciclo, que subiu a rampa do escorregador, tombou e bateu a cabeça.  Perguntei se dava para esperar que eu mesma o levasse ao médico e ela disse que sim. Avisei o Jú e sai da empresa correndo para busca-lo. Passei em casa, peguei carteirinha do convênio, mas algumas coisinhas pra ele e fui para a escola. Chegando lá, encontrei meu filhote lindo, sentado no colo da dona da escola, limpinho, calmo e mexendo no computador junto com ela. Que alívio!!!! Meu filho estava bem! Com um corte na cabeça na parte de trás, mas o pior já tinha passado, pelo menos até então, né? Saímos e fomos ao hospital. Eu, ele e uma de suas prozinhas.  A médica examinou e  disse que precisaria mesmo levar um pontinho, que iria  encaminhar para um cirurgião fazer o procedimento. Nem preciso dizer que foi horrível, não é? Fizeram um charutinho do meu filhote e eu, junto com a pro emais duas enfermeiras o seguramos para o Dr. poder dar anestesia e costurar a cabecinha do meu pequeno. Foi só um ponto, mas o suficiente para uma mãe quase morrer de tanta dor, não mais do que ele, é claro, mas foi barra!
Depois de passado o susto, voltamos felizes e a mamãe aqui aliviada e agradecida por não ter acontecido nada mais grave.
Hoje, depois de contar o ocorrido para um amigo que também é pai, ele me perguntou se não briguei com as responsáveis, por não terem olhado ele direito, que elas teriam que estar atentas para evitar este tipo de acidente. Até concordei com ele, que elas são responsáveis sim, mas que não tem uma professora ou assistente para cada criança, que nós mães e pais, com um ou dois filhos, às vezes nos descuidamos e em questão de segundos acontece o inesperado... Me lembrei até da primeira queda da cama do Davi, que o pai virou as costas e num piscar de olho o menino caiu no chão...    É claro que devemos nos precaver e nos rodear de todo cuidado, mas sei que essas coisas acontecem e jamais culparia alguém por isso. Ah não ser que fosse algo recorrente, que não é o caso. Meu amigo não concordou e disse que a escola está me prestando um serviço e que este serviço tem que ser 100%, afinal estão lidando com vidas.
Agora me digam se numa situação dessas, vocês brigariam ou responsabilizaria alguém pelo acidente? Será que sou muito compreensiva e boazinha e não estou fazendo valer meu direito de consumidora e mãe pelos serviços que contratei? 

quarta-feira, 16 de maio de 2012

A festinha da Anna Clara


E aí, como passaram o dia das mães?
O meu foi ótimo, com direito a “parabéns pra mamãe” cantado pelo pequeno todo feliz com seu presentinho nas mãos. Dei tanto beijo, tanto cheiro, tanto aperto...  Que delícia ser mãe!!!

O aniversário foi um sucesso, graças a Deus. Foi tão legal ver as pessoas curtindo a decoração, olhando os detalhes e querendo saber quem fez... Fiquei toda feliz e orgulhosa.
A aniversariante só não gostou mais, pq meu filho brigou com ela kkkkkkkk Nem sei na verdade o que aconteceu, mas disseram que ela ficou tão sentida, mas tão sentida que fiquei com meu coração partido :(

Agora as fotos pra vcs verem como foi:












Gostaram? 
Estou feliz !!!! Tenho mais um trabalho pra fazer. Mais um aniversário de menina com o tema boneca.  Quem sabe um dia, esta não vire minha atividade principal, né? Eu adoraria :) Torçam aí gente!!!

Beijão pra vcs!

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Coisinhas do fim de semana

Finalmente sexta, né?

E o final de semana promete!!! Amanhã é o niver de 3 anos da Anna Clara, uma das candidatas à nora. Dá para acreditar que ela fala que vai casar com o Davi? Eu mereço, né?  Rsrsrs E dá para acreditar que a festinha dela foi o primeiro aniversário que o Davi foi???... como o tempo passa gente...meu bebê ainda não tinha 1 ano! Que saudades!!!! Mas voltando, estive um pouco ausente daqui, pois além da correria normal que é minha vida, estava me dedicando na produção das coisinhas do aniversário da Anna. Meu mundo de azul marinho e ursos, virou rosa, pink e barbies. Foi uma experiência nova pra mim. Apesar de já ter feito algumas artes para menininhas, desta vez além das artes tem a produção da festinha toda. Espero que a aniversariante se encante.

E pra deixar o final de semana ainda mais especial, tem o dia das mães! Muitos não têm o privilegio de ter sua mãezinha por perto, mas aqueles que têm a sorte, não deixem de dizer o quanto a ama e o quanto ela é importante pra você. Aliás, esses são gestos que não precisariam de dias especiais para fazê-los, não é? Mas se você precisa de um motivo para se declarar, eis aí a oportunidade.


Bom final de semana e que o dia das mães seja muito especial pra vocês! 
Bjs

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Programação do dia das mães


Ontem foi a apresentação do dia das mães na escola do Davi.
Cheguei cedo, sentei bem na frente pra não perder um lance se quer, mas foi tudo tão rápido com um monte de mãe louca invadindo minha frente pra tentar tirar foto dos respectivos filhos, que não deu tempo nem de prestar atenção na música que tocava, muito menos me acabar de chorar, como imaginei que faria...rs mas mesmo assim meu filhote estava fofo! Era o mais lindo de todos hahahaha (mãe boba).  

No início foi uma farra só

Depois um monte de amiguinho começou a chorar

Daí, que também deu vontade de chorar

E chorou, chorou...

Não quis nem dar um sorriso pra tirar foto com a mamãe

Mas depois, longe dos holofotes ele e seus amiguinhos fizeram a maior festa!
Não são fofos???


Meu filhote está um rapazinho! Ano passado ele era um bebezinho...
Ah o tempo...alguém faz ele parar?

1ª apresentação do dia das mães

(editado)
Este post foi escrito originalmente em 12/05/2011 e não sei pq ele veio parar aqui :(


A mamãe aqui achou que nem teria nada, que ele só entregaria o presentinho como no ano passado, afinal o que poderia apresentar uma criança de 1 ano e meio??? Bobinha eu...rsrs
Quando vi meu filhote entrando com um coração amarrado no pescoço já fiquei toda derretida. As crianças entraram no palco, se posicionaram e começaram a “cantar”.
O Davi me surpreendeu. Dançou o tempo todo, bateu palminhas e em nenhum momento se intimidou diante do monte de gente que o assistia. Um orgulhoooooooo!
Mesmo muito emocionada tentei registrar algumas fotos e fiz um filminho muito rápido porque acabou a memória do cartão. 


Eu tremia mais do que tudo e por isso o vídeo saiu assim horrível, mas dá pra ver meu pequeno dançando, mandando beijo, dizendo “bôo” quando a música acaba e batendo palmas.

 
  

Quem disse que ele queria olhar para o papai tirar foto...
 O lindo presente que a mamãe ganhou!

Se eu chorei???? Eu me acabei de chorar...rsrs É muita emoção pra uma mãe só!

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Nosso pequeno ajudante


Meu filhote tem demonstrado ser organizado e prestativo.
Quando ele chega da escola deixa a mochila dele sempre no mesmo cantinho. Ele brinca, faz uma bagunça horrorosa no quarto, mas quando é para organizar ele guarda tudo. Às vezes ele tem preguicinha, mas quando eu digo que vou ajuda-lo ele se anima. Sempre quer participar dos afazeres da casa e ai de mim se pegar uma vassoura e não der uma pra ele também.  Se vou lavar a louça ele mais que depressa arrasta a cadeira até a pia e diz que vai me ajudar. Tá certo que o interesse dele maior é mexer na água, mas mesmo assim eu deixo. Na hora de levar o lixo ele também quer participar. Faço até uma sacolinha menor pra ele poder levar. Limpar a varanda também é diversão garantida pra ele e para o papai.

Ele gosta de participar das tarefas de casa e eu acho isso ótimo. Afinal não tenho ajudante e pequenas atitudes no dia a dia, faz com que nossa vida fique bem mais organizada.

Meus ajudantes lavando a louça do almoço


Ele feliz da vida pq ajudou o papai.  E que continue assim...rs



E tem feriadinho bom chegando, né?
Quero desejar a todos dias tranquilos cheiinho de coisas boas pra fazer.

Bjs!

segunda-feira, 23 de abril de 2012

A sua caixa




Todos os dias, a cada momento, você está escrevendo a história da sua vida. (Howard Martin)
Cada dia que nasce nos chega como uma caixa vazia, pronta para receber o que nela for colocado. Nós podemos encher essa caixa com tesouros preciosos ou com objetos triviais e sem importância. Muitas coisas que colocamos dentro daquela caixa, nós o fazemos por hábito, sem nenhuma reflexão, porque é algo que tem se tornado rotineiro e fácil de fazer. 
Se você abrisse a sua caixa de hoje daqui a um ano, quais seriam as coisas de genuíno valor que você encontraria? Você poderia distinguir a caixa de hoje das demais? Uma vez que a caixa de hoje esta completa, não há mais retorno. Você não pode tirar nada e nem colocar nada de volta. Porém, amanhã pela manhã, diante de você estará uma nova caixa vazia e - como todos os outros dias - cheia de possibilidades. 

A vida é breve, porém muito importante. Por isso ela nos é entregue aos poucos, em doses diárias. E assim vamos escrevendo a nossa história, diariamente. Deus, a cada manhã lhe dá um novo dia para viver, uma nova caixa em que você tem a oportunidade de depositar tesouros preciosos. Torne essa caixa algo especial e receba os tesouros que – sem nenhuma dúvida – podem ser seus.


Nélio DaSilva

Para Meditação:
As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim.  Lamentações 3.22

Amigos, tenham uma excelente semana e que possamos encher nossas caixas de coisas que realmente valem a pena. 

Bjs

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Chá do Pietro


Valeu a pena toda correria, todos os esforços e capricho, pq modéstia a parte, o chá do Pietro ficou a coisa mais linda!!! Vejam as fotos e me digam o que vcs acham. A opinião de vcs é muito importante pra mim :)


Só depois de baixar as fotos é que senti falta dos letreiros fofos que havia feito :(
Como é que fui me esquecer???









E depois de mostrar a decoração, tem que mostrar as pessoas, né? Pq sem elas a festa não é festa!

A mamãe


O papai e a mamãe


Eu e a barrigudinha 



Uma parte dos amigos queridos


Elas agarram meu filho e ele adora! Eu mereço, né? rsrs


Hora de abrir os presentinhos


Momento de emoção e de agradecimento a Deus!



Agora aguardamos ansiosamente pela chegada do Pietro para enchermos de muito carinho, cheirinho, beijinhos, mordidinhas e apertinhos (brincadeirinha, viu mamãe rsrsrs)

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Meus amores!



Os presentinhos que Deus me deu!!!
Tem como não ser apaixonada?


terça-feira, 10 de abril de 2012

Ficando por dentro de tudo


Vamos atualizar tudo por aqui, né? Abandono total do blog...que feio!

Natação
Parece que a fase ruim passou e agora meu pequeno voltou a curtir as aulas. Não mudamos a aula para sábado como a principio foi proposto pela professora. Como sábado a turma estava com muitos alunos, ela arrumou um horário a noite durante a semana que só tinha ele e depois de algumas semanas entraria um novo aluno. Enquanto o novo aluno não entrou, as atenções eram todas pra ele e acho que esse tempo foi fundamental para a professora reconquistar a confiança dele. Ainda tive que entrar várias vezes com ele, mas sempre ficava no cantinho, deixando que ele interagisse ao máximo com a professora.  Tive vontade de desistir várias vezes, por conta do desespero e medo que ele tinha, mas por insistência da professora dizendo que só era uma fase, aguentei firme.  Agora meu pequeno já entra sozinho na piscina e se adaptou bem a entrada do novo amiguinho.


1ª Excursão
Deu tudo certo, é claro! Quase chorei de emoção quando ele desceu as escadas do busão. Desceu todo independente, com bexigas e um saquinho de balas na mão. Ele adorou o passeio e chegou dizendo que andou de ônibus grande e brincou na piscina de bolinha grande e que brincou com fulano e beltrano.  Meu menino está crescendo... Por falar em crescer, ele está com uma mania de dizer que ele é grande e eu sou pequenininha...um fofo!!!



Páscoa
Nosso feriadinho de páscoa foi ótimo. Recebemos a vovó e o priminho que vieram da Bahia e é sempre muito gostoso receber alguém de fora de São Paulo, pois a gente sempre acaba fazendo programas de turista, sabe?  Coisas que normalmente quem mora aqui muitas vezes  não tira tempo pra fazer. Desta vez fomos ao Museu do Futebol. Apesar de não ser fãzona do esporte, achei bem legal saber um pouco sobre a história dos grandes ídolos e sobre os fatos históricos de cada década. Um passeio muito interessante e acredito que pra quem ama o assunto, o passeio seja ainda mais proveitoso.  O Jú só ficou imaginando como seria o passeio com seu pai...provavelmente eles passariam um dia todinho por lá se deliciando.
Durante a estadia deles por aqui o Davi não largou o primo. Sorte que o Pedro Paulo é bem paciente e gosta de criança pq o Davi parecia uma sombra. Onde o PP ia, lá estava o Davi e tudo que o  PP fazia, o Davi também queria fazer...uma figurinha.  
E chega a hora de ir embora, sempre é um chororô só. Não dá nem para explicar, só vcs vendo pra entender...rsrs Sei que o Davi presenciou este momento tão lindo de muita emoção, mas se manteve firme, não se deixou levar pelo momento. Eu também me segurei. Mas foi só a vovó e priminho entrarem na sala de embarque que meu pequeno encheu os olhinhos de lágrimas, entortou a boquinha e desabou a chorar. Daí nem eu aguentei ver meu pequeno chorando tão sentido daquele jeito em ver o priminho partir. Pelo jeito, surge mais um menino sentimental que não gosta de despedidas...





Chá de bebê
Este final de semana é o chá de bebê da minha cunhada. Eu como sempre, super envolvida nos preparativos. Vejam só como ficou lindinho o convite que fiz.

A festinha promete mais um monte de fofurices. Aguardem as fotos ;)

Beijão e uma ótima semana pra vcs!!!

terça-feira, 27 de março de 2012

Alimentação - o que mudou depois dos 2 anos

Davi mamou LM exclusivamente até os 6 meses, depois acrescentamos os suquinhos, frutinhas e sopinhas. Quando completou  1 ano começou a comer comidinhas sólidas e nesta fase a única “besteira” que oferecíamos a ele era um pedaço de pão nos finais de semana enquanto tomávamos café da manhã e biscoitos de polvilho. Não oferecemos e nem deixamos ninguém dar balinhas, pirulitos, salgadinhos, bolachas recheadas, chocolate e muito menos refrigerante pra ele. Tentamos fazer tudo como manda a “cartilha”
Num dia desses, fomos ao supermercado e quando passamos pelo corredor dos salgadinhos o Davi disse: “quer salgadinho mamãe”. Assustei, pq  pra mim ele nem sabia o que era. Esses dias ele pegou o pai comendo uma bolacha recheada e também quis. O pai tentou dar só a parte sem recheio, mas ele quis foi ela inteira e quando pegou a bolacha na mão, abriu como se fosse lamber o recheio. Pensei, onde o menino está aprendendo a comer essas coisas? Só poderia ser na escola. Lá, infelizmente cada aluno leva seu lanchinho e assim fica difícil a gente evitar que um filho não experimente o salgadinho e a bolacha recheada que os amiguinhos levam.
Sempre pensei, se eu posso oferecer algo mais saudável e ele come, pq vou ficar enchendo o menino de porcaria, não é mesmo? Mas sabia que seria inevitável ele experimentar algumas guloseimas. Evitamos o quando pudemos mas resolvemos “relaxar” mais um pouco e deixar ele experimentar as coisas. Ele também já não é mais nenhum bebê, então não vejo mais  como um problema ele comer chocolate ou uma balinha por exemplo, só que tudo muito ponderado, é claro.
Agora vcs precisam ver a felicidade dele em escolher uma bala pra chupar. Parece ser a coisa mais fantástica do mundo e mesmo eu achando lindo, só está liberada uma por dia. Pra quem não sabia nem o que era bala, tá de bom tamanho!

sexta-feira, 23 de março de 2012

A primeira excursão

Quarta feira que vem meu filhote irá participar de sua primeira excursão.  Sempre quis que este momento não chegasse. Sempre quis que ele ficasse pequeninho, bebezinho lá com a turminha do berçário que nunca saem da “toca”.  Mas as prozinhas me avisaram que a hora dele chegaria e chegou! Tremi quando li o recadinho na agenda. Fiquei apreensiva e não me pronunciei até escutar a opinião do papai.  Foi quando ele, o papai super protetor disse para o filho “Hummm, quer dizer que o nenê vai passear com os amiguinhos da escola?”  Quando ouvi quase não acreditei. Achei que ele fosse ser o primeiro a dizer que o Davi não iria, mas não, ele concordou. Eu estou meio preocupadinha, querendo saber como aqueles pitocos irão se comportar, se as prozinhas irão dar conta de olhar um por um... e no ônibus, se eles ficarão sentadinhos bonitinhos, se irão usar cinto de segurança... aliás, cada um não teria que ir com a cadeirinha  que usamos no carro? Vou perguntar isso hoje mesmo para a prozinha.

Tá, vai ser legal ele ter esta nova experiência, mas pensem como está o coração desta pobre mãe minha gente...

quarta-feira, 21 de março de 2012

Fiz niver :)

Ontem fiquei mais experiente minha gente.
Recebi muito carinho, mimos, ligações, mensagens que fizeram com que meu dia fosse ainda mais especial.

34 anos de muitas coisas boas, graças a Deus!

terça-feira, 13 de março de 2012

O susto e as reações

Na madrugada de domingo, fomos surpreendidos com um estrondo horrível seguido de um choro desesperador.  Imediatamente pulamos da cama e concluímos que o Davi tinha caído. Corremos até seu quarto para acudi-lo e ele não parava de chorar. Bateu a cabeça e pelo tamanho do galo que se formou na hora, provavelmente bateu no rodapé do piso. Foi horrível! A cama tem proteção lateral, mas ele caiu bem no pé. Fazia meses que ele já não dormia mais no berço e nunca imaginamos que ele pudesse se mexer tanto a ponto de ir cair bem lá no pé da cama.
Imediatamente colocamos gelo, mas o galo parecia só crescer. Resolvemos leva-lo ao Pronto Socorro.  Graças a Deus, fomos atendidos por uma médica super atenciosa que examinou e pediu um raio x. Só depois de ter certeza que estava tudo bem é que voltamos para casa com a recomendação de só fazer compressa com gelo e observar seu comportamento durante o dia e em caso de vômitos e muita sonolência era para retornar ao PS. Graças a Deus meu pequeno passou o dia bem e brincando. Só corria chorando quando via a bolsa de gelo na minha mão...rs  Também não pegou trauma da sua caminha. Continua dormindo lá no seu cantinho, só que agora com a cama rodeada de colchão e almofadas para amortecer em caso de uma queda.

Agora falando das nossas reações: É claro que fiquei muito assustada, preocupada, mas por incrível que pareça, consegui manter a calma. Só queria passar segurança, abraça-lo forte a fim de amenizar sua dor, mas o Jú, meu Deus o que foi aquilo??? Ele ficou tão mau e só faltou chorar de tanto desespero. Ele chegou a dizer que o menino tinha batido a cabeça na quina do computador que fica a um metro de distância. Só se o Davi tivesse voado, né? Sei que meu marido, a razão do nosso relacionamento, nesta hora foi só emoção. Teve um momento que precisei pedir pra ele se controlar pq só estava piorando a situação. E depois disso, parando para pensar, todas as vezes que o Davi caiu, bateu a cabeça, a boca ou aconteceu qualquer coisinha típica de criança, ele foi o que ficou mais abalado. Não que eu não dê a devida importância para a situação e não sofra, só que na hora minha reação é de querer passar segurança e força e dizer que está tudo bem. O Jú até faz isso, mas antes dá um showzinho. Será que todo homem é assim? Me contem aí meninas que já são mães, qual é a reação dos maridões diante de uma situação assim? E as que ainda não são, vcs se imaginam mantendo a serenidade neste caso?

quarta-feira, 7 de março de 2012

Das escolhas

Quando vamos sair, ele já escolhe a roupa e o sapato que quer usar. Dia desses deixei separada uma camisa e uma bermuda para vestir e na hora que ele viu, já disse que não queria colocar “essa não mamãe”. Tentei convencê-lo e nada dele ceder. Sei que coloquei na marra e o menino foi chorando e puxando a camisa até metade do nosso destino. Um stress só!!!
Domingo, o Jú colocou uma camiseta amarela e ele queria, pq queria uma camiseta amarela também. Como ele não tem, negociamos e ele disse que queria uma azul.  Se o pai estiver de tênis, nem adianta querer colocar a sandália nele pq ele não quer de jeito nenhum. Hoje, quando estava colocando o tênis para ir para escola, ele simplesmente disse que não queria o bege “esse não mamãe, quer o branco”.  Ultimamente tenho cedido e feito sua vontade até pq ando sem muita paciência para chororô e sei que se contrariá-lo é show na certa!  
Agora me respondam: Como encontrar um equilíbrio nas minhas decisões? Se eu faço prevalecer minha vontade o menininho pira de raiva e dá show! Mas e se eu fizer sempre sua vontade, será que não estarei errando também? 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Nosso feriado

Sempre aguardo ansiosamente por um feriadinho prolongado pra poder ter mais tempo com meus meninos e fazer coisas que geralmente num fim de semana normal não dá tempo.
Nossa sexta terminou assim com o Davi vestido de Superman. Ele estava se achando o próprio!
Figurino da festinha de carnaval da escola
Fazia tempo que  queríamos levar o Davi  ao zoológico e achamos que no sábado seria um bom dia para fazermos este passeio. Nós e metade de toda São Paulo também achou isso...rs O zoológico estava lotadoooooo, mas nada que nos fizesse perder o ânimo. 
Nosso pequeno estava eufórico pra ver o "elefante grande" o "macaco grande" o "jacaré grande". Falava o tempo todo os bichinhos que queria ver... 




No domingo, fizemos um bate-volta numa praia do litoral norte chamada Barra do Sahy. Um amigo sempre me recomendou dizendo que o lugar para quem vai com criança é maravilhoso. Realmente é tudo de bom! O lugar é paradisíaco, de águas claras e calmas. Tem árvores pra quem procura uma sombra e não gosta de ficar exposto ao sol, tem um pessoal que aluga cadeiras e guarda sol e apesar de ser feriado, a praia não estava abarrotada de gente. Tudo muito civilizado, adorei!!! hahahaha O mar é tão calmo que até parece uma piscina, mas mesmo assim o Davi não curtiu muito. Ficou o tempo todo com medo e entrar no mar foi um sacrifício. Ele gostou mesmo foi de ficar com os pés em terra firme e brincar na areia. Ele brincou tanto, que não era nem meio dia, ele já estava com os olhinhos pesados de sono. Tomamos um banho num chuveiro bem modesto no estacionamento onde deixamos o carro, almoçamos e voltamos para São Paulo. Foi tudo muito rápido, mas valeu a pena. Queremos voltar mais vezes só que agora com um lugar para pousar pra  poder desfrutar mais de toda aquela maravilha.





E segunda feira, recebemos meus pais, irmãos, cunhados e a fofa da minha sobrinha em casa. Fiz um almocinho básico, mas com muito amor e tivemos um dia maravilhoso. Agora vejam só como  minha sobrinha está gostosa!!! Gente ela não parece ter 4 meses de tão esperta e durinha que já é. Ela dá gritinhos eufóricos que mata a gente de tanto amor.




E teve jantar no mesmo dia com meus sogros daqui, só que sem fotos :( 
Me diz se eu não estava um orgulho de disposição fazendo tanta comidinha numa 2ª feira???? hahahahaha
Na terça fechamos o feriado descansando mais um pouquinho, assistindo filme e comendo pipoca.

Na quarta, voltei a trabalhar logo cedo e depois de passar 4 dias todos juntinhos, bateu uma saudade dos meus babies...

Beijos queridos.

Ando em falta com meus amigos blogueiros. Tenho acompanhado tudooo, mas nem sempre consigo comentar. Sorry!!!

Ah, vcs viram que mudei o layout do blog de novo? Espero que tenham gostado. Por enquanto estou curtindo, mas se encontrar outro que goste mais eu mudo de novo :D