terça-feira, 28 de junho de 2011

Desculpem minha ausência no blog de vcs, mas ando numa correria sem fim. Fazia tempo que não trabalhava tanto. Mal consigo entrar na net para acompanhar as novidades de vcs... Espero que logo, tudo volte ao normal. Só peço uma coisinha: não me ABANDONEM, tá?
Final de semana foi bom, não foi? Quatro dias pra resolver algumas pendências e poder curtir os meus amores. Acho que toda semana tínhamos que ter um feriadinho. Já disse que acho desproporcional 5 dias de trabalho para 2 de descanso...rsrs
Sábado fomos comemorar o aniversário da minha cunhada lá no litoral. Infelizmente o tempo estava péssimo e nem vimos a cara do mar. Só foi bom pq estávamos com pessoas agradáveis e de noite teve o Arraial da Van, com direito a tudo que costuma ter em festas juninas. Eu que estava morrendo de vontade de comer uma canjica, me acabei. Voltei com pelo menos uns 2 kilos a mais :(  Mas quem é que consegue fazer regime diante de tanta coisa boa? E esse frio que só tenho sentido vontade de comer? Estava indo tão bem, estava tão determinada, mas foi tudo pelo ralo. Esse mês nem voltei na nutricionista pra não levar bronca...que droga!!! Este meu DNA de gordinha é  uma meleca! Acho que minha briga com a balança vai ser eterna, viu!
Recebi dois selinhos bem legais. Vou participar da brincadeira, tá meninas? Só preciso de um tempinho ;)
Beijinhos e até mais.
Ah, só uma amostra do que tinha de bom na festinha de sábado.







Bom, né????

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Um céu, um sol, um parque...

Depois de alguns finais de semana hibernando, o sol resolveu dar as caras por aqui e saímos da toca.
O domingo de sol radiante estava lindo e perfeito para irmos ao parque.
Quer lugar melhor para passar momentos de pura descontração sem pagar absolutamente nada e poder desfrutar de tudo que a natureza nos oferece? Uns correm, outros namoram, uns dão comidas aos peixes e a maioria levam seus filhotes para se divertirem.
O parque estava cheio, as crianças corriam pra lá e pra cá, jogavam suas bolas, andavam de bicicletas, motocas, carrinhos... uma delícia vê-los se divertindo. 
Uma menininha levou seu brinquedo de fazer bolinhas de sabão. Vocês não tem noção do encantamento das crianças diante de tantas bolas. Elas corriam enlouquecidas atrás delas...muito engraçado! Uma coisinha tão  simples mas que fez a alegria de muita criança naquele instante. 

Curtimos nosso pequeno e ele aproveitou muitoooooo!

Abaixo algumas fotos do nosso  lindo dia


Abraço gostoso no papai








A carinha mais linda do mundo!!!
Meus amores!


Quer papai?




Olha a cara de bravo quando disse que era hora de irmos embora...rs


Uma linda semana pra vcs!
Bjs

terça-feira, 14 de junho de 2011

Como faz pra escovar os dentes?

Todo dia é uma briga na hora de escovar seus dentes.
Ele puxa a escova da minha mão e é ele, todo independente, quem quer escovar.
Pra mostrar como tem que escovar, pego minha escova e começo a mostrar como faz.
No máximo, ele escova a língua, pq os dentes mesmo nem pensar!
Ele gosta mesmo é de chupar o gel dental e ficar brincando com a escova.
Mesmo que eu tente escovar ele não deixa. Simplesmente trava a boca e chora.
Já li que existem algumas técnicas para ensinar a escovação, mas a partir de que idade eles estão dispostos a colaborar?
Alguém me ajuda? 


De moicano

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Isso é amor...

Tá bom que todas as datas comemorativas são comerciais, puro marketing  e que quem ama não tem dia especial para presentear e blá, blá, blá mas me fala se não é legal toda essa expectativa pelo dia dos namorados? Eu adoro e é mais uma oportunidade de dizer e fazer tudo aquilo que nem sempre, com minha rotina estressante, tenho tempo ou me atento a fazer. 
Bora, beijar muito, namorar, fazer um almocinho especial, passear de mãos dadas...coisas simples mas que nos faz tão bem :)
 
E pra já entrar no clima um video bem fofo pra embalar o final de semana de vcs.



"Eu gosto tanto de você e pra sempre eu quero ser tua eterna namorada
Vamos juntos aprender, um ao outro compreender para andarmos de mãos dadas
Eu quero te fazer sorrir, eu quero você sempre aqui, meu amor, isso é amor!
E quando a gente se olhar o mundo inteiro vai cantar é amor, isso é amor!"

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Ser chique

Ser chique
por Lilian Amorim

Ser chique é não subestimar a inteligência das pessoas.
Me peguei a pensar no quanto algumas pessoas subestimam nossa inteligência tentando nos manipular a dizer aquilo que elas querem ouvir. Não conseguem ser objetivas naquilo que desejam. Isso me irrita profundamente e só de raiva finjo que não entendi!  

Ser chique é não forçar a amizade.
Sou acessível e amigável, só que pra ser minha amiga de verdade, saber da minha intimidade e ganhar minha confiança tem que me conquistar e pra me conquistar, não precisa puxar meu saco pq eu percebo.  Amizade pra mim se constrói no dia a dia, naturalmente,  com muito respeito,  delicadeza, transparência e sem cobranças.



Mas um pouco de "SER CHIQUE" por Glória Kalil

Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos dias de hoje.
A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas.

Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas.
Muito mais que um belo carro Italiano. O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.
Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.
Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio.
Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.
Chique mesmo é parar na faixa de pedestre É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua.
Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador. É lembrar do aniversário dos amigos.
Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.
Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor. É "desligar o radar" quando estiverem sentados à mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção a sua companhia.
Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.
Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite! Mas para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos retornar ao mesmo lugar, na mesma forma de energia.
Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não te faça bem.
Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour! Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz!
Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas amor e fé nos tornam humanos!



Que sejamos sempre CHIQUES  rodeados de pessoas CHIQUES!!!!
Uma linda semana pra vcs!!!!

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Enquanto mamãe colocava a roupa na máquina, fervia a água para o macarrão e preparava um molho rapidinho para o jantar, o menininho estava quietinho, mas muito, muito quietinho. Daí que a mamãe foi ver o que ele estava aprontando:


Ele fez a bola de banquinho e começou a lançar os brinquedos do cesto pela sala.
O bom foi que encontrei um chinelinho dele que achei que havia sumido, copinhos de xarope que quando preciso nunca encontro, creme hidratante que provalmente ele pegou do meu criado mudo,  e carrinhos hot wheels da coleção do papai.
Pelo menos alguma vantagem nessa bagunça toda :)

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Menino falante


Quando achei que estava demorando muito pra sair da fase de só falar mamã, papa, au au, aga,  o meu garotinho resolveu fazer greve. A gente pedia pra ele repetir o que falávamos e nada! Estimulávamos o tempo todo e às vezes até parecia que o silêncio era proposital. Quanto mais insistíamos, ele se calava.
Mas de repente, sem menos esperarmos, meu pequeno desembestou a falar. Virou um verdadeiro papagaio e tudo ele repete. E agora já não fala só “tchau”, mas “tchau mamãe”, vê as coisas e associa às pessoas, por exemplo: "papato papai" (sapato), "cao mamãe" (carro), já chama os amiguinhos “Tédar” (César), “Uquis” (Lucas) , “Lala” (Lara), Dudu e Leo ele fala certinho, fora outras palavrinhas como “tuco” (suco), “peta” (chupeta), “nana” (banana) e o biscoito que ele batizou de “mazi”.
E para a mamãe aqui ficar ainda mais cheia de orgulho do meu pequeno, esses dias comecei a cantar a nossa música  e não é que ele começou a cantarolar junto? 
Já tentei registrar, mas todas as vezes que ele percebe que estou filmando ele para de cantar e quer ver a "oto" (foto).
Esse vídeo é pequeno, mas dá pra ver o bico e vozerão de tenor que ele faz:

video

 Podem me chamar de babona, mas me diz se não é de apertar????